Prefeito de Além Paraíba decreta intervenção no Hospital da cidade

Prefeito de Além Paraíba decreta intervenção no Hospital da cidade

Um dia após o Ministério Público de Minas Gerais e GAECO realizarem uma operação para apurar a ocorrência de atividades ilícitas quanto ao tratamento inadequado conferido aos pacientes suspeitos ou com quadro confirmado de Covid-19 nas dependências do hospital São Salvador, em Além Paraíba, o prefeito daquela cidade, Miguel Belmiro Júnior, decretou intervenção por seis meses naquela instituição.

O decreto assinado na manhã desta sexta-feira, 7 de janeiro, destituiu o Conselho Diretor da Instituição e nomeou como interventor, José Roberto Monteiro Faria, atual Chefe de Gabinete do Prefeito Municipal, conforme informa nota oficial divulgada pela prefeitura daquela cidade. O texto afirma que a medida se fez necessária “ante as inúmeras denúncias de ilícitos cometidos no Hospital São Salvador.”

Ainda segundo a nota oficial, durante o período a Prefeitura vai “realizar auditoria nas contas da Instituição, tomar medidas para sanear o que for necessário e garantir o melhor atendimento da população. Um (médico) intensivista assumirá o Centro de Terapia Intensiva (CTI) para que de pronto o mesmo seja reaberto já que se encontra interditado. (…) Todo o funcionamento clínico do Hospital será mantido sem prejuízo no atendimento da população”, acrescenta o texto.

O decreto foi encaminhado para apreciação do juiz de direito da Comarca que após analisá-lo determinou o apoio da Polícia Militar de Além Paraíba no momento em que o Prefeito e equipe fosse ao Hospital para efetivar a intervenção. Com a medida, Conselho Diretor e demais funcionários diretamente ligados a administração estão afastados de suas funções. Aguarda-se para este sábado, 8, a publicação pela Prefeitura de nova nota, agora detalhada, com novos esclarecimentos sobre o caso.

Fonte: Prefeitura de Além Paraíba | Foto: Arquivo e Prefeitura de Além Paraíba