Detentos de Viçosa produzem uniformes para unidades prisionais

Detentos de Viçosa produzem uniformes para unidades prisionais

Há cerca de um ano, detentos do presídio de Viçosa confeccionam os uniformes utilizados nas unidades prisionais do Estado. Em média, são feitas 300 peças por semana. Após a finalização, elas são enviadas para serem usadas nas demais unidade do Estado.

Como forma de seguir o trabalho, agora em julho, a unidade prisional também firmou uma parceria com a Prefeitura de Viçosa para produzir blusas e bermudas para as escolas municipais da cidade. A produção está em fase inicial de treinamento e 400 peças já foram confeccionadas.

De acordo com o diretor do presídio, Vinicius Roque, a oficina começou após a pandemia de Covid-19. “Houve aquela necessidade da produção de máscaras, então iniciamos a ação e começamos a produzir os equipamentos. Quando foi normalizado, aproveitamos a estrutura e passamos a fazer os uniformes prisionais”, explicou.

Para ajudar na produção, a Administração disponibilizou uma máquina de costura e uma costureira, que vai ao presídio duas vezes na semana para ensinar aos presos o ofício. O Executivo também fornece tecidos e outros materiais.

“O trabalho é essencial não só para os presos, mas para todos nós. Muitos desses tiveram poucas oportunidades na vida. O fato deles estarem no trabalho, acordar cedo, ter uma rotina, trabalhar oito horas por dia, já é uma coisa que pode ajudar quando eles saírem”, complementou Vinicius Roque.

Conforme o diretor, trabalham na oficina os detentos que tem bom comportamento. Inicialmente, a ideia é que 15 presos participem da oficina de uniformes. Na unidade também existem outros projetos, como a produção de bloquetes.

Fonte G1 | Foto: Sejusp/Divugação