Em 11/07/2018 às 16h00

Homem é preso em Cataguases durante megaoperação antidrogas

Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro deflagrou a operação que foi realizada em oito cidades para desbaratar uma quadrilha de traficantes

O celular do suspeito também foi apreendido pelos militares

O celular do suspeito também foi apreendido pelos militares

Download
A Polícia Militar de Cataguases prendeu nesta manhã de quarta-feira, 11 de julho, um homem de 60 anos de idade, suspeito de integrar uma quadrilha de tráfico de drogas com atuação nas regiões norte e noroeste do estado do Rio de Janeiro e também na Zona da Mata mineira. Além desta prisão, os militares cataguasenses ainda cumpriram dois mandados de busca e apreensão, sendo um no Bairro Leonardo e outro no Bairro São Diniz. A ação contou com participação de policiais do estado do Rio de Janeiro e o suspeito preso foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Cataguases para as demais providências.

Nesta manhã de quarta-feira, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Promotoria de Justiça da cidade de Natividade/RJ, em parceira com as Polícias Militar e Civil daquele estado e Polícia Militar de Minas Gerais, deflagrou a "Operação Raposo" em Natividade, Santo Antônio de Pádua, Itaocara, Nova Friburgo, São José de Ubá e Itaperuna, além de Cataguases e Patrocínio do Muriaé, em Minas Gerais.

A ação teve por objetivo a desarticulação de uma quadrilha responsável pelo abastecimento de drogas nos municípios alvos da operação e foram cumpridos um total de 21 mandados de prisão e 22 mandados de busca e apreensão fruto de investigação iniciada em 2016 realizada sob coordenação do GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado). 

No total 14 pessoas foram presas, sendo dois policiais militares do Estado do Rio de Janeiro. Também foram apreendidas 4 armas de fogo, 32 telefones celulares, farta munição, cerca de 160 gramas de maconha, uma certa quantidade de cocaína, comprovantes de transações financeiras, balanças de precisão, material usado para embalar drogas e aproximadamente R$ 17.000,00, entre moeda corrente e cheques, conforme balanço divulgado pela coordenação da operação.

Em Cataguases o trabalho foi coordenado pelo tenente Marinato, Comandante do 1º Pelotão da 146ª Companhia Especial de Polícia Militar e contou com a participação de militares do Serviço de Inteligência daquela Companhia, militares do 1º Pelotão de Cataguases e policiais militares da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. 
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Tags: operação, polícia, ministério público, mandado





Todos os direitos reservados a Marcelo Lopes - www.marcelolopes.jor.br
Proibida cópia de conteúdo e imagens sem prévia autorização!
  • Faça Parte!

desenvolvido por: