Em 29/07/2013 às 20h33

Uma criança de colo está entre os mortos no acidente próximo a Leopoldina

O grave acidente interrompeu o trânsito na BR-116 por cerca de duas horas. Trabalho no local continua


Bombeiros trabalharam durante várias horas para retirar os corpos dos veículos Bombeiros trabalharam durante várias horas para retirar os corpos dos veículos
Com fotos de Paulo Victor Rocha

O grave acidente ocorrido por volta das 14 horas desta segunda-feira, 29, no Km 781 da BR-116, entre Leopoldina e Além Paraíba, matou pelo menos nove pessoas e sete estão em estado grave na Casa de Caridade Leopoldinense. Segundo informações preliminares uma carreta bitrem vinha sentido Leopoldina carregando combustível quando em uma curva o motorista perdeu o controle do veículo e tombou atingindo um Fiat Uno. Com a queda o combustível se espalhou pela pista a carreta pegou fogo que se espalhou pela pista atingindo um Corsa Sedan, um Ecosport e um Focus que vinham em sentido contrário. Outras sete vítimas, ainda segundo informações preliminares do Corpo de Bombeiros e da Polícia Rodoviária Federal de Leopoldina, estão internadas em estado grave sendo que uma delas foi levada para o Hospital São Salvador, em Além Paraíba.

Devido ao acidente a BR-116 ficou totalmente interditada por cerca de duas horas e por volta das 17:30 horas o trânsito de veículos foi liberado em meia pista. Até às 18:30 horas policiais rodoviários e Corpo de Bombeiros trabalhavam no resgate das vítimas que estavam carbonizadas no último dos três veículos incendiados e não havia previsão de liberação das duas pistas da rodovia, segundo revelou o policial rodoviário Edson à reportagem do Site do Marcelo Lopes que esteve no local do acidente apesar do engarrafamento de cerca de cinco quilômetros que se formou logo após o acidente. Por volta das 18 horas o congestionamento na BR-116 era superior a 10 quilômetros, segundo projeção da PRF.

Os corpos das vítimas, entre elas o motorista da carreta, por estarem carbonizados, não puderam ser identificados no local e foram levados para o Instituto Médico Legal de Leopoldina. No entanto, já está confirmado que viajavam no Corsa Sedan, com placa de São José dos Campos, Celina Aparecida Mateus (seria natural de Simonésia), seu marido Renato Mateus, um primo do casal ainda não identificado e a filha do casal, Helena Fernandes Mateus de apenas quarenta dias de idade.

Uma equipe da Polícia Civil de Leopoldina também esteve no local comandada pela delegada Gisela Borges. Ela informou ao Site que sua equipe iria realizar a perícia no local e "iniciar de uma vez as investigações sobre a causa deste acidente tão grave". O fogo também se espalhou por um duto que corre sob a pista e deságua num rio em que é captada a água que abastece Leopoldina. A Copasa revelou no início da noite que o abastecimento da cidade continua normal e que não houve contaminação da água pelo combustível. Ao se espalhar o fogo incendiou parte da mata ao redor do ribeirão Pirapetinga que foi logo controlado. Veja as fotos do acidente na galeria.

Mais informações em breve.

Tags: carreta bitrem, acidente, nove mortes


Compartilhe:



Copyright © 2014 - Marcelo Lopes - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por

As informações desta página são constantemente atualizadas pela equipe do Site do Marcelo Lopes. A administração do site reserva-se o direito de alterar qualquer informação nele contida, valores e demais informações, sem aviso prévio. Textos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores e não refletem, obrigatoriamente, a opinião do site.