24/03/2014 às 23h24m


Amamos o amor

Ouvi de alguém que não amamos uma pessoa, amamos o amor que essa pessoa tem por nós. Se assim é, amamos o amor e não a pessoa. Gostei disso. 

Não amo um homem em si, amo apenas o amor que ele destina a mim e que eu, retribuo. É claro que é isso que eu amo! Como não havia pensado nisso?  

Não amo o olho azul ou preto, a maneira charmosa de andar, o sorriso de lado ou sua performance sexual. Essas características não têm o poder de confortar, de fazer feliz, de proporcionar segurança, de fazer rir. Há milhares de olhos azuis e pretos, de andares charmosos, de sorrisos de lado e de atletas sexuais soltos por aí. E isso não muda nada na minha vida, e nem na vida de ninguém, não é remédio, nem veneno, é apenas mais uma pessoa no mundo. 

Isso é apenas a forma, e o que faz a diferença, é o significado.

Amo quem tem o poder de me fazer bem, quem me arranca boas gargalhadas, quem me faz repensar uma decisão, quem me faz acreditar que sou capaz, quem me admira, quem me encoraja, quem me auxilia a ser um ser humano melhor, quem me faz carinho, quem me manda flores, quem me abraça forte, quem pega na minha mão quando menos espero, quem me olha dormindo, quem faz amor comigo e me abraça depois, quem me faz carinho quando estou distraída, quem escolhe continuar ao meu lado todos os dias, quem entende minhas inseguranças, quem acolhe meus medos, quem faz com que eu me sinta importante o tempo todo, quem é meu melhor amigo. 

Amo quem tem o poder de me restabelecer. Amo quem sabe envelhecer junto comigo. Amo quem respeita o tempo e suas marcas. Amo quem cuida do que plantou e colheu. Amo quem valoriza o que possui. Amo quem se mantêm leal. Amo quem se mostra por inteiro. Amo aquele em quem posso confiar. Amo quem é sincero ao ser confrontado.  Amo quem sabe pedir perdão. Amo quem sabe perdoar.  Aquele que me respeita inteiramente desde o momento em que a cortina se abre até o momento em que ela se fechará. Enfim, amo a pessoa que personifica esse amor, seja ela quem for.

Você não pode jamais perder de vista o amor que quer receber. Se a fonte de onde ele brotava secar um dia, não importa, tenha em mente que o amor que você merece não findará jamais. Deixe partir quem não pode mais lhe dar amor para que outro portador desse amor possa chegar. Quem lhe der amor passará a ser o seu amor. Quem é ele pouco importa. Pode ser que seja esse que está ao seu lado hoje, mas pode ser que deixe de sê-lo um dia. Só o amor merece amor. Mais nada. Não podemos nos privar disso. 


Autor: Marcela Gonçalves de Sousa

Tags relacionadas: sentimento - amor - ser humano


Compartilhe:



17/03/2014 às 20h08m


A vida é uma roda gigante

A vida é uma roda em constante movimento e estamos à mercê do destino só o centro da roda é imóvel e só podemos chegar a ele após passarmos da circunferência para o centro - o centro do nosso ser, e aí estaremos libertos desse movimento constante repletos de mudanças fortes e consideráveis renovações tantas vezes dolorosas e inesperadas.

Eu entendo a vida através de símbolos que além do poder de representação das idéias, tem também o poder de despertar, transformar e direcionar forças internas, por isso, amo a magia. Tudo tem um significado sujeito à interpretação e ao sentimento da pessoa que o percebe. Quem vive atento está sempre recebendo recados do universo. A felicidade está diante de cada um de nós - apenas com uma trágica diferença - nem todos têm a mesma oportunidade na saída. Enfim, as oportunidades são iguais, ocorre que alguns conseguem atravessar várias etapas para chegar logo, e outros precisam refazer parte do caminho. 

O ritmo do planeta está em cada um de nós. 

O aprimoramento de cada um é um fenômeno de individuação. Conscientes disso encaramos outro nível de percepção. Precisamos olhar a vida em sua totalidade, descobrir as verdadeiras dimensões dos acontecimentos e fazer uma revisão constante. Ninguém progride sem uma observação atenta de si mesmo. O homem não sabe até onde está o poder do destino sobre ele e, impotente, lança-se à luta para conquistar coisas materiais, ignorando que a solução está nas coisas do espírito. 

Quando se perceber julgando seus semelhantes pense que essa é a sua verdade, mas pode não ser a dos outros. 

Não ceda ao impulso de julgar e condenar, não passe os olhos rapidamente sobre o outro... Perceba-o verdadeiramente, e se te for impossível, engavete sua sentença... Não se trata de asfixiar suas observações, mas sim de servir-se dela com compaixão. É preciso medir exatamente o que é necessidade, o que é vaidade, o que é covardia, o que é temor. É preciso delimitar o ponto preciso, deduzir quando a vontade deve ser empregada, quando trará acréscimos e não decréscimo, é preciso atender a alma e não simplesmente à carne. Às vezes, num simples acontecimento na esquina você poderá encontrar a iluminação e engajar-se no mundo autenticamente. Mas não é fácil. 

É preciso estar atenda para a oportunidade de ressignificar tudo. Desarrumar para arrumar em novas gavetas. Derrubar respeitosamente o que não mais te movimenta e construir-se em outros terrenos. É preciso coragem. Mas vale à pena fazer um balanço e perceber que você não desperdiçou nada - nem oportunidades, nem tempo, nem vida, nem sonhos... e o que não deu, o que não foi, o que não aconteceu é coisa do destino e enquanto não se chega ao centro da roda, inteligente é ter resignação.


Autor: Marcela Gonçalves de Sousa

Tags relacionadas: vida - sentimento - movimento - destino


Compartilhe:



10/03/2014 às 22h08m - Atualizado 10/03/2014 às 22h14m


Golpistas de sonhos

Você já ouviu falar em scammer? Eu também não, até que uma amiga me explicou que era o nome dado a máfia de golpistas virtuais, da qual ela fora vítima. Ou melhor, quase vítima. O objetivo das pessoas (quase sempre estrangeiros) que formam essa quadrilha é extorquir dinheiro, mas para isso, antes precisam conquistar, e é quando, já apaixonadas, as pessoas cedem aos apelos desses seres sub humanos. 

Entrei no google e fiquei pasma!  Entrei em contrato com um dos scammer só para testar. Escolhi entre os emails que o site disponibiliza. O nome do cara era Darrem Murphy, me contou toda sua história (triste) de vida, mandou várias fotos. Era atencioso e educadíssimo. Meu inglês não é lá "essas coisas", mas consegui me comunicar com ele por mais ou menos uma semana. Caramba! O cara era um verdadeiro sofista que poderia dar aulas para Protágoras, lá no período Antropológico.  A grande maioria cairia facilmente nesse engodo. Li vários depoimentos, de pessoas que tiveram suas vidas destruídas após caírem nesse golpe. O alvo preferido deles é o Brasil, pela boa fé e o bom coração. Não é regra geral, claro.

Ladrão é ladrão, entra sem ser convidado, ou seja, invade, e se apossa do que não é seu,  rouba. Mas nesse caso é tudo tão mais cruel... O ladrão não é um ladrão que entra sem ser convidado, ele é convidado, alias ele é o homem (ou mulher) que você passou a confiar, a amar, a se preocupar, a cuidar, a compartilhar problemas.  Ele é um convidado super especial com o qual você está planejando dividir a vida, e quando ele tem absoluta certeza de tudo isso, ele te golpeia covardemente. Te rouba bens e dinheiro. Apossa do seu nome. Rouba sua identidade. Rouba seus sonhos. A pessoa fica, de repente, sem dinheiro e sem aquele "amor". A justiça dos homens está com imensa dificuldade em agir nessa quadrilha. Me revolta o nível de maldade!

Como para mim a alma é infinitamente mais cara do que qualquer matéria, me indigno duplamente com essas histórias. Porque aquele que só rouba dinheiro, pelo menos permite que suas vítimas mantenham o equilíbrio emocional, podendo assim, manter a coragem para "arregaçar a manga", trabalhar e reconquistar o que foi perdido. Mas esses, além do dinheiro, roubam a alma do outro. Depredam emocionalmente seu semelhante. Chegam com a fala mansa, conquistam, prometem, doam "amor". Deixam as vítimas comprometidas com suas histórias, envolvidas com suas vidas, sensíveis às suas dores. E depois de torná-las cúmplices de seus corações, as mutilam... Roubam suas economias e suas emoções. 

Para mim, muito mais grave é isso - a ilusão da qual fazem uso para chegar ao objetivo final. 

Todos nós, sempre pagaremos por nossos atos, essa é a lei que rege e organiza o Universo. Partindo dessa certeza, creio que os ladrões de dinheiro inevitavelmente terão a lei do retorno, mas desejo com toda a minha alma que esses ladrões de sonhos, esse ilusionistas do amor, que agem com requintes de crueldade inacreditáveis, experimentem cada milímetro da dor que causaram as suas vítimas, e depois de expor minha intenção digna de minha vil humanidade, movida à raiva e indignação, peço a Deus misericórdia para essas almas.

Segue o site com o dramático depoimento de uma brasileira, para quem quiser ler: http://forascammer.blogspot.com.br/2012/12/mulher-brasileira-suicida-depois-de.html


Autor: Marcela Gonçalves de Sousa

Tags relacionadas: sonhos - sentimentos - ilusão


Compartilhe:



03/03/2014 às 19h44m


Dicas inúteis

Amor correspondido nunca deixa dúvidas 
Se há dúvidas o mais certo é que não haja correspondência
Quando uma pessoa deseja a sua companhia, nada é empecilho
Mas se não te deseja, tudo serve como desculpa
Quando se quer ficar ao lado, nada impede
Quando não se quer, nada tem poder de fazer ficar
Não perca tempo criando justificativas para o comportamento de quem se ama
Siga sua intuição
Não modifique seu modo de ser por causa de um relacionamento
Se for por opção, ok
Se for por falta de opção, jamais!
Muitas vezes, menos é mais, devagar é melhor, cuidado é sábio
Não dedique a sua vida a alguém, se ele não dedicar a dele a você
O amor é uma troca sábia onde não se deve pesar nem medir
Final de relação não significa que nada deu certo, mas que tudo tem um tempo certo
Se você não se sentir cuidada, é porque já estragou...Não conserte.
Não mantenha uma relação aguardando que "ele(a) melhore"em suas atitudes... 
O que melhora é gripe e dor de cabeça, e não parceiros
Tenha em mente qual é o seu limite
Respeite-se
As pessoas não são iguais, se para você ganhar rosas é prova de amor, pense que para ele pode não ser. 
Seja sábia para entender os recados da vida, o que é importante não guarda obviedade
Se você sente que ele está te enrolando, provavelmente é porque ele está mesmo.
Ciúme acontece do coração para fora, mágoa acontece do coração para dentro
Não de ouvidos ao ciúme, mas pare tudo e escute sua mágoa
A única pessoa que você pode controlar em uma relação é você mesma.
Não seja desequilibrada a ponto de sentir-se feliz porque você disse "não quero que você vá, e ele não foi"
Sinta-se inteira ao ouvir "não fui porque optei ficar ao seu lado"
Não queira saber mais do que ele quer te contar
Se você desconfia de tudo, o problema mora em você e não no outro.
Se ele te trai o problema mora nele e não em você
Relacionamento pede cadência 
De resto é melodia mal tocada
Manipular é uma boa arma para retardar o inevitável fim
As pessoa só fazem conosco aquilo que permitimos, portanto, não jogue a culpa no outro
Em uma relação entre duas pessoas lúcidas e donas de suas faculdade mentais, jamais haverá vítimas e algozes. 
Somos iludidos só até 15 anos, depois disso damos permissão a ilusão
Não permita que seu amor defina quem é você - você já existia muito antes dele chegar, e ele poderá  somar ou diminuir  você, dependendo da sua  permissividade
E por fim lembre-se que amor não é matemática... 
Muitas vezes 1+1=0
Outras 1+1=1, e é essa que vale à pena
Por fim, mantenha sempre a porta aberta, nenhum amor resiste à falta de ar.


Autor: Marcela Gonçalves de Sousa

Tags relacionadas: sentimento - intuição - amor


Compartilhe:



Todos os direitos reservados a Marcelo Lopes - www.marcelolopes.jor.br
Proibida cópia de conteúdo e imagens sem prévia autorização!
  • Faça Parte!

desenvolvido por: